terça-feira, 1 de agosto de 2006

DESCONVERSANDO...



A conversa durou uma eternidade...

entre dois goles de champagne,

duas confissões à boca do ouvido,

duas garfadas de caviar,

duas caretas de enjoo

e uma despedida ansiosa...



Anna - recolhendo farpas diárias





2 comentários:

DE PROPOSITO disse...

A vida em si é uma desconversa, nunca sabemos quando estamos acertando na conversa.
Um beijito.
Manuel

Anna D' Castro disse...

...e quando pensamos que acertámos, vem uma rabanada de vento e desmorona tudo o que estava na frente...
A vida é uma eterna procura, sem respostas concretas...
Um beijo Manuel