sexta-feira, 25 de novembro de 2011

GENTE QUE FAZ HISTÓRIA REFLETINDO E CONVIVENDO COM AS FARPAS DA VIDA - GEORGE CARLING


"O PARADOXO DO NOSSO TEMPO - A ERA DA CORRERIA" - GEORGE CARLIN

"Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Multiplicamos os nossos bens, mas reduzimos os nossos valores.
Nós amamos raramente e odiamos frequentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver.
Adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos à Lua e voltamos, mas não cruzamos a rua pra encontrar um novo vizinho.
Conquistamos o espaço aéreo, mas não o nosso próprio espaço.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma.
Dominamos o átomo, mas não o nosso preconceito.
Escrevemos mais, mas aprendemos cada vez menos.
Planejamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não a esperar.
Construímos mais computadores, mas nos comunicamos cada vez menos.
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta.
Tempo do homem grande de caráter pequeno; dos lucros acentuados e relações vazias.
Esta é a era de dois empregos, de vários divórcios, das casas chiques e lares despedaçados.
Esta é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis.
Dos cérebros ocos e das pílulas "mágicas".
Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na despensa.
Uma era que te leva esta carta... uma era que te permite dividir esta reflexão ou simplesmente clicar em “delete”.
Lembre-se de passar mais tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre.
Lembre-se também de dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.
Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua companheira(o) e ás pessoas que ama, mas em primeiro lugar, se ame... se ame muito.
Um beijo e um abraço curam a dor, quando vem de lá de dentro. Por isso valorize sua família e as pessoas que estão ao seu lado, sempre."

"G.C."


***QUEM FOI GEORGE CARLIN***


George Denis Patrick Carlin - Nasceu em Nova Iorque a 12 de maio de 1937 e faleceu em Santa Monica, a 22 de junho de 2008 - foi um humorista, ator e autor norte-americano, mas também um grande Pensador. Pioneiro, com Lenny Bruce, no humor de crítica social.

A sua mais polêmica rotina chamava-se "Sete Palavras que não se podem dizer em Televisão", o que lhe causou, durante os anos setenta, vários dissabores, acabando preso em inúmeras vezes que levou o texto a palco.

Até meados da década de 1960, Carlin manteve uma imagem tradicional, de terno e cabelo curto.

Depois, ao escrever o novo ato, decidiu deixar crescer o cabelo e a barba, tornando-se um ícone da contracultura.

Crítico acérrimo das religiões, ateu convicto, principalmente do sentido da culpa e do controle social, defendia valores seculares.

Aplaudido por vários colegas, como Lewis Black e Bill Maher, George Carlin chegou ainda a participar em vários filmes e séries de TV. Dublou ainda filmes de animação, como Carros e outros.

Em 22 de Junho de 2008, Carlin deu entrada no hospital Saint John's Health Center em Santa Monica, California, com fortes dores no peito, vindo a falecer naquele dia às 05.55 h. da manhã.

Carlin tinha 71 anos.

A sua morte ocorreu uma semana após sua última apresentação no Orleans Hotel e Casino de Las Vegas.

Segundo os seus pedidos, George Carlin foi cremado e suas cinzas espalhadas sem qualquer serviço de homenagens públicas ou religiosas.
...

Mais uma 'FARPA desta Vida' para refletir...

Este é um texto que retrata bem a realidade conturbada do dia a dia e que merece bem a nossa atenção e a nossa reflexão profunda.

Por favor amigos deixem as vossa opiniões.
Fico muito grata.

Anna D'Castro

Um comentário:

rosa maria Fdf disse...

O verdadeiro autor do texto não é George Carlin, Jeff Dickson, ou o Dalai Lama, nem ele é anônimo. O crédito pertence ao Dr. Bob Moorehead, ex-pastor da Igreja Cristã Overlake de Seattle (que se aposentou em 1998, após 29 anos no cargo). Este ensaio foi publicado sob o título "O paradoxo do nosso tempo", em Words Aptly Spoken, em1995, uma coleção de orações, homilias, e monólogos utilizados em seus sermões e transmissões de rádio do Dr. Moorehead:
Leia mais em http://www.snopes.com/politics/soapbox/paradox.asp#68JtcMlsZBsW8bRr.99