domingo, 8 de abril de 2012

QUAL O PREÇO DUMA HORA... DO SEU AMOR???


Neste mundo corrido, em que quase ninguém presta atenção em ninguém... mas o mais grave é precisamente no seio da família, em que pais e filhos pouco ou nada dialogam, daí que os filhos quando chegam à adolescência ou já mesmo na pré-adolescência, se sentem tão perdidos e abandonados, que na maioria das vezes fazem besteiras, para chamar a atenção, dos seus familiares. Normalmente isso acontece quando começam a consumir drogas ou se juntam em "bandos" e... assaltam, matam, sequestram...

Dura realidade dum mundo em que o Amor é relegado para segundo plano e o EGOÍSMO impera a todo o custo.

A verdadeira paz e o verdadeiro Amor, nascem no seio da família e só darão bons frutos se tudo for compartilhado entre pais e filhos, que poderão transmitir aquilo que de bom aprendem.

Então dê o melhor do seu TEMPO para sua "Família" e leia esta pequena "grande" história:

"Um menino, com voz tímida, pergunta ao pai, quando ele está chegando do trabalho:

- Papai! Quanto o Senhor ganha por hora?

O pai, num gesto severo, responde:

- Escuta aqui, meu filho! Isso nem tua mãe sabe.
E não me amoles, que eu estou cansado e preciso de descansar e não de escutar besteiras dum 'pirralho' como tu.

Mas, o filho insiste:

- Papai, por favor ... me diga quanto o Senhor ganha por hora?

A reação do pai foi menos severa, e, respondeu:

- Ganho R$3,00 por hora. E porque queres saber tu isso?

- Então, papai, o Senhor pode me emprestar R$1,00?

O pai, cheio de ira, e tratando o filho com brutalidade, respondeu:

- Então, era essa a razão de quereres saber quanto eu ganho? Vai dormir e não me amoles mais que eu estou cansado e sem paciência para escutar besteiras!

O garoto, de lágrimas nos olhos, baixou a cabeça e não disse mais nada e foi direto para o seu quarto.

Era tarde da noite, quando o pai começou a pensar no que havia acontecido, e sentiu-se culpado.
Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo.

Querendo descansar a sua consciência doída e pesada, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou:

- Filho ... estás dormindo?

- Não, papai. Respondeu sonolento o garoto.

- Olha, aqui está o dinheiro que me pediste.

- Muito obrigado, papai! ... disse o filho, levantando-se e retirando R$2,00 de uma caixinha que estava sob a cama:

- Agora que já completei o dinheiro que faltava e tenho R$3,00... papai, por favor, o senhor poderia me vender uma hora do seu precioso tempo e conversar comigo?..."

*PENSE BEM SEMPRE: - Se você não tem um filho, pense em "dar" uma hora da sua atenção para alguém que você ama...*


Deus ama cada um dos seus filhos com imenso AMOR e procura dar-lhes sempre a atenção necessária, para isso existe a oração, em que cada um de nós procura conversar com o PAI, pedindo-lhe o seu AMOR e Proteção e agradecendo por todo o carinho e atenção recebidos.

Não descuide conversar e dar atenção para o seu filho, mesmo que esteja muito cansado, ele precisa demais de sentir o seu Amor e a sua atenção - apesar de ter tido um dia muito cansativo - para continuar na formação da sua personalidade para mais tarde ser um bom cidadão, útil à sociedade e ao seu País, um filho dedicado e um futuro pai amantíssimo para com seus filhos.

Exemplo de Pais faz um exemplo de Filhos!

Anna D'Castro - transmitindo mais FARPAS recolhidas nesta Vida de correria e esquecimento...

PÁSCOA FELIZ PARA TODOS

Um comentário:

Dorli disse...

Oi Anna, eu não tive filhos, mas adotei um com 10 dias, hoje ele tem 30 anos, estou no segundo casamento, pois o seu pai morreu ele tinha 2 anos.
É obediente e, todas as noites vou cobri-lo e dar-lhe um beijo de boa noite.
Amor, muito amor.
Obrigada
Lua Singular